Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

♥ "Peruas" ao mar,rs... ♥



Vou contar o que vi
nem posso lembrar
ri muito, foi bem aqui
 em frente ao lindo mar!

Na água morna, apetitosa
cores,jóias,brilhando ao mar
três fulanas,se achando "as gostosas"
cheias de badulaques a balançar...

De repente, um alvoroço
de longe se pode ouvir...
_Cadê meus dentes?
_Perdi meus caros "implantes" a sorrir!

Procura daqui e de lá,
 uma delas sai d'água
se pondo a chorar!

Outras duas ainda a nadar.
Ondas fortes chegavam
Biquinis,bundas à mostra no mar...

Na hora de da água sair
cena hilária me fez rir...
Boiando na branca onda
uma bunda rosa,de "silicone"...








Duas já estavam lesadas...
Pobre Maria e Raimunda...
Uma sem dentes, outra
sem sua redonda bunda!

Era melhor dali sair
sem esperar outro acontecimento
antes que o sol,em meus lábios
fizesse um "botox" sem consentimento!!!

Perceber, estar atenta
devemos sempre estar...
Mas não só para dos outros
sempre,sempre mal falar!!

Porém as coisas acontecem
diante de nosso olhar...
Fazer o quê? Me digam!
Somente rir e  compartilhar!!!

* Isso tudo é ficção, inspiração praiana.

Nossa praia é quase só nossa, mas sempre aprecem tipos estranhos,rs..

E D.Maroca nada perde,rs...Só não perde a bunda pois pra essa não precisa silicone. Já carrega sua melancia natural,rs...

beijos,chica



♥ Cunhé, cunhé, cunhé... ♥




Rio da Esperança, 21 de novembro de 2007


Querida Mariangela!


Fiquei sabendo por nossa amiga comum, a Verinha, que não andas muito bem, que te sentes triste, desesperançosa e desacreditando da possibilidade de ser mãe.

Sei também que já perdeste três filhinhos  sempre entre o quarto e quinto mês de gestação.

 Apesar de não nos vermos há tanto tempo, assim que soube, achei que podia te passar minha experiência.

Depois, tiras tu mesmo as  conclusões...

Quando engravidei da minha primeira filha,entre a alegria da novidade e felicidade, logo a seguir, iniciei com ameaças de aborto. Eram seguidas, uma após a outra.

Lembro que tive que ficar de cama, parar o estágio que na época fazia e ficar deitada apenas, em repouso absoluto e completo.

Ainda assim, elas se repetiam. Tive nove, em poucos meses e o médico me dizia para que eu me convencesse que seria muito difícil chegar ao termo daquela gravidez.

Como sou teimosa, pensava comigo:
-É dificil, mas não IMPOSSÍVEL!!!

Minha mãe me vendo na cama sempre, dizia:

_Chega agora! Para de "chocar"  e vai viver.És nova e se não der dessa vez, dará de outras... Lembro que ao ouvir isso ficava furiosa!

E, quanto mais isso ouvia,mais força para  continuar o repouso ganhava...

Tinha  ao lado, um olhar e carinho do amarido que, mesmo preocupado, sonhava comigo. E,dentro de mim uma força: falava com minha filha ( na época nem o sexo se sabia) e parecia ter essa certeza: Tudo acabaria bem!

E assim foi. Passei de uma gravidez de  nove meses, oito meses e meio  na cama, repouso total...

Chegou o dia, tudo deu certo! Sabes porque?

Acreditei, pedi, rezei, fui ouvida e minha teimosia me fez ter uma coisinha linda nos braços, que recompensou todo esforço.

Acreditei no meu sonho de ser mãe e segui firme.

Foi lindo!

Por isso, te digo:
_ Não desanima, vai firme e forte e terás como eu um bonequinho ou bonequinha de verdade pra cuidar e dar todo teu amor.

Acredita em ti e nisso.Vai fundo!

Depois me conta,tá?

Te deixo agora, sei que vais pensar...E... podes ir te preparando para ouvir aquele "cunhé,cunhé, cunhé",  chorinho lindo que, ainda que nos deixe ansiosa, é inesquecível...

Na torcida contigo,

beijos,Betina

* Imagem daqui
* Republicação pois muitas amigas novas não o leram ainda e é uma carta de esperança!!!Sempre pode servir para alguém!  bjs praianos,chica!

♥ Brincando na praia... ♥



1-
Menino brinca com a bola
Madame a bunda rebola ao passar
Outra ao entrar no mar atola
leva suas banhas para nadar!

2-
O sol brilha e sempre encanta
todos o querem aproveitar!
Tirar o mofo,brancura é tanta!
À noite,o preço na pele a gritar!!!

3-
Passam casais agarradinhos,
passam pares bem afastados...
Maridos bem  à frente ,soltinhos
sem para a mulher ( a sua!!) olhar!

4-
Barquinhos ao mar navegam
levam sonhos, desejos de aproveitar...
Olhos atentos diante do mar
veem tudo e passam a registrar!

5-
Como é bom  diante do mar
ver, pensar, conversar, brincar!
O tempo voa, passa depressa
por isso,o temos que aproveitar!

chica

Beijos praianos para todos e observar as cenas marítimas é legal sempre.
Inté!!!

♥BC Você decide o final... ♥


Essa é a história  abaixo ( o início dela) e a proposta do MESA DE CONVERSA é que cada um a  conclua...( Lá no blog dele, a continuação que ele deu!)

(((o)))o(((o)))o(((o)))

A família Birautes morava na esquina da rua massapé, naquele tradicional bairro de classe média da cidade. Seu Joaquim e Seu Barroso trabalhavam como porteiro e segurança da residência.

O que eles não sabiam era o que acontecia todos os sábados pela manhã naquela casa. Era incrível, todos os sábados, como se fosse uma devoção. Todos os familiares dos Birautes iam para lá. Ao todo entravam ali mais de 17 carros. 

Neste horário todos os empregados eram dispensados e só voltavam no outro dia, mas somente Seu Joaquim e Seu Barroso trabalhavam, afinal de contas eles cuidavam da segurança da casa e ficavam lá na frente na entrada principal, não corria o risco de nenhum deles entrar, ou de nenhum informação vazar.

 Certo sábado, quando todos entraram Seu Barroso resolveu arriscar, combinou com o Joaquim para ficar na portaria enquanto ele ia bisbilhotar. Tirou os sapatos para não fazer nenhum barulho, colocou um boné e um óculos de sol para não ser reconhecido. 

Quando Seu Barroso atravessou a sala principal para adentrar a parte superior da casa, pode observar com os seus próprios olhos. E era exatamente aquilo que ele imaginava ser, o coração deu uma rápida acelerada e ele continuou a observar. Resolveu voltar pra contar ao amigo. Correu. Sentia arrepios. Curioso Seu Joaquim perguntou: 

- E aí? Conseguiu ver algum coisa?

Seu Barroso não sabia se ria, se chorava ou seu gritava, ele sempre queria sabe o que acontecia ali. Seria um ritual, uma reunião de família, contagem de dinheiro familiar, e hoje ele conseguiu descobrir. Seu Joaquim já estava inquieto quando novamente perguntou: 

- E aí? Conta logo....

- Joaquim, era exatamente aquilo que imaginei...


(Continue a História) Cliquem e participem por lá!


(((o)))o(((o)))o(((o)))

Aqui, segue a minha continuação:


Seu Joaquim andava de lá pra cá, para ver se o amigo Barroso podia falar o que vira, sem ser ouvido...

Finalmente, cientes de estarem sozinhos, ele começa:

_ Não podes crer! Nunca imaginei isso!

_Anda logo! Desembucha, homem de Deus! 

_ Primeiro, uma das irmãs do S.Heitor, dono da casa, enfeita a sala com flores e toalha branca sobre a enorme mesa.  As cadeiras são colocadas  em círculo.

_Sim,e daí? Até ai, nada demais, interrompe Joaquim.

_ Aí, todos tem nas mãos papéis e um por um começam a falar umas coisas esquisitas! Não consegui entender bem...
E a cada um que fala, outros aplaudem. E o outro faz a sua parte, fala novamente... 

Falam muito de amor, sonho, esperança, e ao final, o Sr. Heitor, agradeceu a todos a presença em mais aquele SARAU!!

_ Ora, era só isso? Desencantado, Joaquim  diz... Isso que eles liam se chama poesia! Nunca ouviste uma? 

_ E tu, como sabes disso? 

_Ora, minha mãe foi professora e trazia livros.Eu lia muito e gostava. 

_Vamos agora, aos sábados , nos revezar?  Um sábado eu escuto e noutro tu!  Assim, passamos o tempo e ainda nos enriquecemos por dentro, como minha mãe falava aos alunos...

E assim ficaram acertados!


chica




♥ Futilidades... ♥




Minha participação para o Uma imagem,140 caracteres  da Silvana Mari.


(((o)))o(((o)))o(((o)))



Lá fora , raios de um novo dia.

Não pregara olhos naquela noite. Decisão “difícil”.

-Seria hoje! Sim, hoje ! Decidira:

-Cortaria seu cabelo !


chica

♥ Andança... ♥



Minha participação para o Uma imagem,140 caracteres  da Silvana Mari.

(((o())o(((o)))o(((o)))

Pela estrada afora,saltitante e alegre como as flores que carrego,sinto-me a Chapeuzinho...

Decidida a evitar lobos maus, sigo confiante!