Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?

Querem ver o que temos lá no coisinhas da chica?
Basta clicar!

♥Festas e ...festas!



31ª e 32ª EDIÇÃO SENTIMENTO
 do Projeto Suas Palavras


O tema da semana é:
Festas

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Festas,
"festear", festejar,
momentos bons passar...

Mas passar, de verdade,não apenas para o tempo  passar...
Temos que nelas  de cabeça e coração entrar...

Porém,  devo confessar
grande bicho do mato ser
nenhuma vontade de muita gente perto
barulheira, multidão,isso já era!
Faz esse tipo de festa eu não mais querer!

Gosto de festas improvisadas.
sem aquelas todas, com  cada minuto, programadas!

Gosto de com a família estar
e festa com ela, em tuuuudo pode acabar!srsrsrs

Gosto de festas simples, espontâneas
sem sorrisinhos forçados e coisa e tal...

Festas outras, esnobes e cheias de fricotes
por favor, que passem bem longe de mim!

Nelas as  dondocas procuram  só os "holofotes"
depois, pelas costas falam de todos, também de mim!

Não suporto hipocrisia
coisas forçadas, sorrisos amarelados
situação em que se cria
olhares do alto, indesejados!

Enfim, festa para deliciosa ser
bagunças, folia, alegria deve ter
tudo sem ansiedade e complicação
assim se sente bem, meu coração!

♥ Uma carta para uma amiga...



Edição Cartas do Bloinquês

Tema: As luzes de Natal enfeitam a cidade.

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Montes Claros, 22 de dezembro de 2011.


Minha querida !


Recebi teu recado e muito triste fiquei.
Sempre te vi animada, forte, guerrreira  e de repente, "entregas as armas" para coisas tão pequenas?

Não te deixa entristecer pelo fato do Pedro ter agido tão levianamente em te trocar.
Deves lembrar  que o azar é dele! Ele que está saindo perdendo...

E agora, por isso, TÃO somente isso, vais estragar teu Natal, tua vida e a de teus filhos?
Espero realmente que não!Desejo que tenhas a maior força e saias dessa!

Olha lá fora!  
As luzes de Natal enfeitam a cidade há várias semanas e no entanto,tu aí, quieta, recolhida a uma clausura e pior, a impões também aos pequenos Juca e Lola.

_Vai, te arruma, vem para cá!
Teremos o maior prazer em te receber e fazer sorrir novamente.

_Sai dessa! XÔ urubú!  

E tenho certeza, logo, logo, se acenderão as luzes dentro de ti  também...

Te esperamos e passaremos o Natal juntas e depois, bem ... 

Já estou rindo por dentro...Nem te digo!!! 
Mas o Santo Antônio casamenteiro que há um pouco em mim,  me faz pensar EM QUEM vou convidar para nossa  noite de Natal... Acho que vais gostar!!!

Por agora, te imagino sorrindo, meio amarelado ainda...

Anda, põe umas roupas na mala para ti e crianças e vem logo!

 Será legal!!! 
E quando voltares para tua casa, tenho certeza, tudo te parecerá mais iluminado!!!


um beijo e até daqui a pouco,

Antônia
* Imagem Daqui

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Mais uma vez, deixo aqui, para todos que me acompanham, meus votos de um NATAL lindo,feliz, cheio de amor e LUZ!!!

beijos,chica


♥ Num dia de Natal...




96ª Edição Conto/História do Bloinques
Tema: Escolhi o melhor presente e fui até lá.

(((o)))o((o))o((o))

Naquele quartinho do asilo, uma vida ...

Nem sabia de nada, datas, festas, memória quase não existia.

Mas a vida andava, continuava a caminhar e para os  outros tantos daquele lugar, a festa tinha que acontecer.

Felizes, cheirosinhos e bem perfumados, os velhinhos todos estavam perfilados.
Cada um com alguém da família para  naquele  entardecer  festivo o acompanhar...

Todos, menos uma: Dona Santa.

Mesmo assim para lá foi carregada em sua cadeira de rodas.
Cabecinha inclinada, tudo via e até parecia perceber...

Ao lado de minha  tia,que de carinhos cobria,  não podia fazer de conta que aquela triste cena eu não via!

Mas , nada nas mãos eu tinha para lhe ofertar...
De repente, uma idéia!
Escolhi o melhor presente e fui até lá.   Naquela hora, nada além dele eu poderia lhe ofertar.

Lhe dei o meu amor e carinho e um abraço bem apertado.
Seus braços, no meu pescoço, ficaram  enlaçados...

Para junto de  minha tia a levei e  com um olhar tranquilo , o maior presente fui eu que ganhei:  o sorriso das duas para mim, deram-me uma alegria sem fim!

Saí dali, leve, faceira!

Com todo resto da família iríamos festejar o Natal e agora, mais do que nunca sentia a felicidade verdadeira!
Meu Natal estava e seria iluminado...
O milagre do nascimento de Jesus seria  renovado!

*********


Aqui, aproveito para agradecer o carinho durante esse tempo  por aqui nesse blog, que ainda é bebezinho e desejo de todo coação um FELIZ NATAL para todos , cheio de Amor, Paz e muita Saúde pois com ela, tudo se ajeita e arruma.

um beijo,chica   e inté,rsrs

♥ Depois das saudades...




11ª Edição Suas Palavras

Escreva o que sua imaginação permitir, mas contendo as seguintes palavras:

MEDO, LUTA, CORAÇÃO, GUERRA 

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Laís agitada, acelerada, à milhão...

Quanto mais fazia, parecia ter sempre mais e mais a fazer.

Sentia medo de que perdesse a luta contra o tempo...

A casa, há poucas horas , parecia ainda um  verdadeiro campo de guerra.
Tudo demolido, latas de tintas no meio da sala.
Ops...Falei sala?
Isso foi muita bondade minha. Aquilo era o que sobrara dela, com tudo amontoado.

Sabia, entretanto, que ao final, tudo ficaria lindo por lá .

E, precisava apenas terminar a tempo...E esse danado, era pouco, muito pouco!

Por isso, passou toda noite trabalhando e enfim, tudo estava a contento.

Porém, já eram 04:30 hs e  dentro em pouco tempo, teria que estar bem linda, prontinha,  para esperar o amado, que voltava de viagem.

Ela aproveitara sua ausência para remodelar  a casa...Com ele por perto, sempre arrumava uma desculpa. Não queria gastos desnecessários...

E agora, olhando para tudo, nem parecia mais a mesma. Na certa, Mário adoraria a surpresa!

Estava lindo!! Tudo cheirando a tinta, a novo...

Correu então para o banho, arrumou-se, perfumou-se, bebeu um café bem  forte para acordar bem e foi ao aeroporto.

Seu amado iria chegar, estava radiante!

Coração aos pulos, dirige-se ao balcão de informações quando sente uma mão a lhe tocar o ombro.
-Querida, estou aqui!

Após beijos, abraços, chegam em casa.

Abrem a porta e ele nada nota, passam pela sala e ele a leva diretamente lá para dentro. Vão matar as saudades!

E a casa?
E a sala tão linda? 
Ora tudo isso podia esperar!

E pelo jeito ficariam as surpresas para bem mais tarde pois ambos caíram num sono profundo.Ele cansado da viagem e ela, dos preparativos para sua chegada.

Mas não fazia mal, teriam todo o tempo do mundo agora, quando acordassem e fossem passar por cada cantinho reformado por lá!

E tudo ficaria bem lindo até que ele fizesse a tal perguntinha "bem básica":

_ Como foi pago tudo isso?

No cartão ,ela responderia e assim, essa seria a primeira discussão ...


* Imagem DAQUI

♥ Uma carga preciosa...



Edição IMAGEM do Projeto Suas Palavras

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Rosimeire e seu marido
viviam um momento especial
após um parto bem  feliz
voltavam ,deixando o hospital.

Jeff,  agora,nas vezes de motorista
sentia pesar a  responsabilidade
todo cuidado, atenção à vista
ao dirigir ali no centro da cidade...

A nova e radiante  mamãezinha
junto a si, em seu "sling", carregava
o pequeno Bob tão esperado
que ao colo aconchegava...

Logo, logo em sua casa chegariam
onde lá haveriam de o menino criar...
Felizes, mas preocupados,  seus peitos explodiam
as alegrias, pelos momentos que iriam lá vivenciar!

Um lindo recomeço, tanta novidade,
tudo isso, num período tão especial...
Voltavam , felizes,  cheios de ansiedade
logo, logo,  também seria o Natal...

Por tanto tempo ,com aquele momento sonharam
agora, Bob estava ali, os olhando de verdade!
O presente mais lindo de Natal ,eles já ganharam!
Não poderia existir para eles, maior felicidade!!!

* Sling: é um carregador de bebês, onde uma tira passa pelo os ombros da mãe para aconchegar melhor o bebê.

♥ Fotos de família...



 Essa foi minha participação atendendo ao CONVITE da Norma...

Essa cena me fez lembrar as famosas festinhas em família onde sempre tem alguém fazendo fotos...

Festinhas  essas em casa de" gringos" , onde é sempre muita comilança e conversalhada...

É aquela gritaria,alegria ,confusão...
Após o almoço comemorativo, antes das sobremesas, hora  das famosas fotos...

Joca,Tata,Nica e Zito venham!!!É hora da foto com o vovozito...

Vovó, no caso minha  sogra, já cansada e o vovô, rabugento pois sempre faltava alguém.

-Eu não quero sair na foto! gritava um...

_Eu também não! Estou andando de bicicleta.

Porcaria de vida, pra que me chamar? resmungavam...

Vovô,já esbravejava e a mãe das pestinhas, corria para chamá-los pois sempre tentava evitar as confusões...
Mas,enfim,  dos quatro danadinhos ,apenas dois apareceram.

Enquanto o nonno ruminava, o  amigo da família batia a foto do jeito que dava...
Depois?

Bem depois era depois, as reclamações do nonno , pelas desobediências dos netos e xingamentos para o filho, chatices e mais chatices...

Mas a foto saiu!

E"andiamo   adesso a  mangiare il dolce??? gritava o vovozito já novamente faminto...( reclamando , querendo logo comer o doce), Depois do doce seria o café, o licor e assim, por tantas e tantas horas à mesa...

Ninguém mais suportava ouvir falar em fotos...

Restam poucas fotos, mas muitas  recordações daqueles momentos onde, por trás dos sorrisinhos amarelos, quanta coisa acontecia!!!rs

♥ Triste constatação,rs...



Fifi ouviou naqueles papos de amigas que para ter certeza que os seios estão ou não caídos, as mulheres devem colocar um lápis,debaixo deles. Se o lápis lá ficar, estão.

Nessa hora, entra Melissa, a filhinha de 5 anos...

-Mamãe, onde está guardada a minha caixa de lápis de cor?

Naquela hora ,Fifi lembrou do teste que fizera.Colocava um, não caia.Outro, nada , assim várias vezes...

E caiu triste a chorar...

* Imagem daqui

♥ Bombeiros! Venham ajudar!!! É o niver da véinha,rs...




Cada dia é uma dia
pra viver com atenção
sempre com muita alegria
isso faz bem ao coração!

Mas a cada dia que passa
ficamos mais velhos também
na cara mais "argamassa"
se quisermos ficar "bem"!

Hoje estou ficando mais coroa
sessenta e três a completar
mas levo a vida numa boa
nada vai me atrapalhar!!!

Rugas na cara a mostrar
gorduras se acumulam
bundão está a aumentar
                     pernas que já não pulam...(rsrs só pra rimar)

Mas mesmo assim eu digo
é um presente cada dia
por isso eu só consigo
viver se tiver alegria!

chica


Amanhã é o meu dia e quero ficar sempre com alegria!
E esse ano o meu pedido,
é saúde pro marido!!!

♥ Testando emoções...



Rita e Jorjão olham a foto amarelada
quanta coisa ela pode lhes falar...

Logo a seguir relembram
dos passeios a pedalar...



Foram tantos e tão gostosos
sempre livres  a passear...

_Jorjão, lembras o que aconteceu nesse dia?
_ Como eu poderia esquecer!

Fomos pegos em meio à nossa maior alegria
pelo Pedro,teu irmão, que fotos fez, sem se fazer ver...

- Que diabo de irmão fui arrumar!!!
Esse danado escondido nos flagrou!

Ele então, vinte cruzeiros queria 
para seu silêncio em casa manter...Senão a casa cairia!

E nós, apavorados ficamos
não sabíamos QUAIS as fotos ele  em mãos teria...

Nossa consciência muito suja  não estava
mas sabíamos que grande bafafá com os pais viria!

Ao final , tudo bem acabou...
Com grana emprestada para a boca dele calar
CONSEGUIMOS das broncas grandes nos livrar!!! 

-E agora, Jorjão, sabes por que fui essa foto te mostrar?
Prepara-te: nossa filha  Rosinha já está a namorar!!!

E, pedaladas inocentes, carinhos nas" moitas" hão de ter
e como o papai Jorjão vai se comportar?

Ah! Isso eu quero ver!!!




♥ O pedacinho...



26ª Edição Começo e Fim do Créativité

Tema: começar com "E" e terminar com "u"

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Era noite fria.
Ela chega à janela e vê a lua.
Olha bem e repara que lhe falta um pedaço...

Olha, olha e lhe pergunta:
- Estás como eu hoje?Também me falta um pedaço...

Ela quieta lá no alto nada fala...
Teimosa,pergunta novamente...

-Ei, não queres dizer como te sentes faltando um pedaço que te completa?

Nada de resposta...

Toca o telefone, ela se afasta da janela, atende e ouve a voz querida do outro lado...

-Chego amanhã!

Pronto! Já não lhe faltava mais nada.

Volta à janela e com ar desafiador e de vencedora,encara a lua...
Seu brilho era maior do que o dela!!!
A tristeza já esqueceu!


*Foto chica

♥ Decisões...


92ª edição conto/história do Bloinquês;
Tema: Ela(e) desapareceu sem deixar pista alguma.

(((o)))o(((o)))o(((o)))



Nadia havia conseguido convencer Iran a voltarem naquela cabaninha onde haviam se conhecido, há tantos anos atrás..

Era a cabana do avô de Iran que hoje, estava desocupada, abandonada....

Estavam felizes, seria um final de semana sem filhos e ...só para os dois!
Yupi!!! Chegamos!!!

Nadia ao descer olha a cabana e começa a imaginar o quanto seria bom...
-Nooooossa,mas está caindo aos pedaços, fala logo Iran.

-Ora,nada que não possamos,com uma ajeitadinha, deixar do nosso jeito...
Vamos lá e entraremos com o pé direito, vai dar sorte, fala ela, animada.

_ Será? Já meio na dúvida ele retruca.

Começam a abrir janelas,tirar lixo, folhas secas de dentro de casa ,lavam, limpam, esfregam, ou melhor, ela faz tudo isso, enquanto ele reclama de tudo...

_ Ao final de algumas boas horas de limpeza por lá, após um bom banho com a água aquecida com o crepitar da lenha, já com a barriga roncando, ela coloca uma toalha xadrez sobre a mesa, flores recém apanhadas e ali mesmo, atacam uma "penosa" que haviam levado pronta e pão...

Mas,claro, ele não esquecera um vinho...

Após o jantar improvisado, mas romântico,vão deitar na cama bem afofada e cheirosinha...

Estavam bem abraçadinhos, e aconchegados, no maior clima romântico quando ela abre os olhos e vê algo preto enorme no teto...

Uuuuuuuuuui! grita com o melhor dos seus berros...

Com tal grito ele levanta-se sobressaltado, acende a luz do abajur e notam a presença de uma caranguejeira imensa e peluda...



Ele corre pra cozinha em busca de uma vassoura, decidido a acabar com a raça daquela bicha...

Ao voltar, Nadia estava em pé, imóvel e apontava,e com a pouca voz que ainda lhe saia,dizia: 

-Anda, corre, acha essa monstra!

Mas nada adiantou...Ela desapareceu sem deixar pista alguma.

Iran tentava convencê-la que era apenas uma aranha e que eles estavam no lugar dela já que a casa ficara tanto tempo fechada e ....patati,patatá...

Após um tempo, foram dormir, LITERALMENTE DORMIR, pois estavam exaustos do dia trabalhoso por ali e da terrível emoção, do medo...

Ela na manhã seguinte, pede pra irem embora dali antes do previsto, já que não se sentia bem .
Passara a noite toda agitada com medo da aranha e ainda os mosquitos haviam feito festa em seu rosto.

Seus olhos estavam esbugalhados, um quase fechado.

Os lábios ,polpudos fora do normal, pareciam estar inchados como após uma má aplicação de botox...

Era alérgica às picadas ...Estava se sentindo" linda" e ainda por cima, com dores, além da exaustão das faxinadas do dia anterior...

Assustado ao vê-a naquele estado,Iran arrumou tudo no carro, fecharam a casa e ele tem uma idéia.

Passam na cidade , entram em uma imobiliária...

Horas depois, já se pode ver a sua decisão...

Estavam felizes e certos,agora, da decisão ter sido acertada.

♥ Arrumando confusão com os homens?rs



Que maravilha entrar em um banheiro nas nossas casas bem limpinho,não?

Isso implica e alguns probleminhas domésticos:

1 - Há alguma coisa que faz com que os homens não acertem a mira no local certo. Sobram respingos. Mas eles nem notam!

A essa altura, imagino que os poucos homens que me leem, já se retiraram,kkkkk...

2 - A pia é formada por uma ou duas cubas, depende. Tudo bonitinho!
Acima do balcão, geralmente o que temos? Espelhos.

Pois as mulheres conseguem fazer toda a sua higiene matinal e o banheiro fica e continua impecável. Parece que temos acoplados em nossas mãos, ventosas com paninhos para secar e limpar. Fica perfeito após o uso.

Então, em cinco minutos entram ou os filhos ou o marido, ou ambos...

-Para lavar o rosto, jogam água nele, splatch,splatch, molhando chão, espelho ,bancada e tapete.

Há ainda os que, não satisfeitos, com os cabelos enxarcados, dão uma genial sacudida neles, voando pingos até na porta.

É ou não verdade isso?

É ou não assim?

Considero uma das provas de amor resistir à essa prova diária do banheiro sem reclamar ou ficar com úlceras,rsss...


* Imagem daqui

♥ O mar e os sonhos...






Sentada aqui nessa linda "sala de visitas" onde não precisamos nada além de sensibilidade, onde os móveis são as conchas; os tapetes, a areia branquinha; o teto, um lindo céu azul e nosso "lustre", o sol, fico quietinha, pensando...



Por qual motivo precisamos de tanto nas cidades para sermos felizes e vivermos?

Por que nossas "cascas" precisam de tanto???

É claro que também por aqui há dias em que nosso "teto", o céu estará cinza, outros até em que haverá "vazamentos" nesse teto, com as gotas de chuvas...

É claro que nossos tapetes daqui, também poderão ser "alagados" pela água do mar...

É claro ainda que nossos sonhos, escritos na areia branquinha do mar, poderão ser "apagados" pelas ondas...

Porém, uma coisa também é muito clara: eles estão dentro do nosso coração e assim, esse sonho de ainda viver num lugar como este sempre, nunca será apagado e, ainda que eu morra sem realizá-lo, já estou na fila para voltar para o mar, nem que seja em forma de uma marolinha, uma pequeninha onda que, agitadinha, vem e vai, pode bater nas pedras, estourar, arrebentar, mas ficará sempre nesse lindo marzão!

Que todos nós consigamos realizar os nossos sonhos, com essa ou com outra "casca"!(Chica)


♥ Uma sombra...

92ª EDIÇÃO VISUAL do Bloinquês

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Sofia e Reneu namoravam  há vários anos.

Projetos de casamento, enxoval sendo providenciado aos poucos. A cada data, os presentes  escolhidos eram coisinhas para casa.

Pareciam formiguinhas preparando o seu novo lar. Tudo bem programado e preparadinho.

Mas a vida...Ah! Essa vida apronta!

E, para Sofia chegou uma doença incurável e cheia de sofrimentos.

Reneu sempre que podia, estava ao seu lado dando-lhe o carinho e amor, junto aos  familiares que lhe rodeavam.

Porém um dia, passados quatro meses de intensos tratamentos e dores, ela respirou pela última vez.

Reneu dava o apoio à  família de Sofia e todos percebiam que ele ainda era , por ela, apaixonado.Não a esquecera.

Vários anos se passaram e um dia, a família de Sofia foi surpreendida com o anuncio de casamento de Reneu, com Miriam, uma moça da cidade.  
Moça essa, que parecia ter sido procurada  com minúcias , pois era tremendamente semelhante à Sofia.

Casaram, tiveram filhos e no entanto, boatos corriam que ele não era feliz. 

E Miriam espalhava para todos que ele tinha outra e que , com essa, ela não poderia competir...

Sua rival era uma morta e dizia que essa , muito pior do que se  fosse uma viva. Ele havia sublimado, idealizado a antiga namorada como mulher ideal. 

Quando a beijava, Miriam sentia que Reneu se trasformava, parecendo ver a outra e assim em todas as ocasiões.

A separação foi inevitável. 

Ele foi fraco, não soube superar o golpe que a vida lhe aprontou. 

Assim, perdeu, sem culpa a namorada e depois, a mulher e filhos, que também dele se afastaram...

A família de Sofia a tudo aquilo assistia e sentia uma grande pena de Mirian, mas nada podiam fazer. 

Aquele amor parecia mais forte do que tudo e Reneu, mesmo levando uma vida relativamente normal, parecia apenas esperar o momento do reencontro.

E ele acreditava nisso!

Isso era o que o movia!






♥ Mágicos momentos ...


 Essa é minha participação na 1ª semana de novembro do  IDÉIAS COMPARTILHADAS


Tema: A música das Flores

♫ ♥♫ ♥♫ ♥♫ ♥ ♫ ♥♫ ♥

Era cedinho, madrugada...
Estava na cama a me revirar...

De repente, num passe  de mágica,
em meio à natureza, pude estar...

Passarinhos cantavam
alegremente,conversavam...

Pareciam querer me chamar
os segui,  vendo o que me mostravam...

Caminhando com eles, ali sozinha,
meus amigos resolvi chamar...

Eram crianças, danadinhas
mas daquilo ,na certa, iriam gostar!

Fomos juntos, rindo e brincando
até que  uma música conseguimos ouvir...

De onde chega essa música? perguntavam
e ela, mesmo sutil, nossos ouvidos encantavam...

Olhamos tudo, procuramos
psssssss...psss, silencio então fizemos...

Meus olhos adultos não acreditavam
no momento lindo que estávamos a viver...

Eram flores que se abriam
estavam apenas a desabrochar

as já grandinhas as acolhiam
alegres com cada uma que estava a chegar...

Ficamos ali,encantados e maravilhados
com o momento ali a presenciar...

Magia, encantamento,
nossos olhos não mais  iriam esquecer!

Mas, que pena! Fomos dali transportados
O despertador,cruel, não parava de tocar...

Acordo, olho ao meu lado
a realidade, estava a me chamar...

Mas a magia , no sonho vivenciado,
me deixava leve, feliz e assim, tudo iria enfrentar!


* Imagem daqui

♥ Fragilidade...





25ª Edição De-sa-fi-o do Projeto Crátivité

Tema: escreva um mini-conto (TEMA: passado) que contenha no mínimo 100 caracteres e no máximo 300 (sem contar os espaços).

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Na vida de Gema era sempre tudo o oposto ao seu nome...

Nada às claras...

Nunca se soube de sua vida, atual ou passada...

Quando quis se abrir, sua "casca" quebrou...

Imagem Daqui

♥ Coisinhas de mulheres...




Chegam apressadas ao salão,atrasadas nos seus horários.

Vão direto à pia onde suas cabeças devem ser lavadas antes de uma boa escovada...

-Putz, que raio de coisa é essa? Me dói o pescoço.Será que é só comigo que acontece?
-Não mãe,sou igual...responde a filha ...

_ Dá pra encostar um pouco mais, deitar a cabeça mais para trás? pede a atendente...
- Sim...

Lava, enxagua, passa creme, tira creme e de repente:
- Dá pra me arrumar um cafezinho, estou quaaaaaaaaaaaaaaaase desmaiando.Não posso ficar com a cabeça assim muito tempo...

Ele chega,é tomado e ao levantar,vê a filha...
As duas se olham, parecem fantasmas,brancas, pálidas...Ela também se sente mal naquela posição...

-Falta pouco agora!
_Vamos pra cadeira fazer a escova?convida a atendente.



Ufa,que bom! zzzzzchhhhhhhheecunheeeeeeeeee,
zzzzcchhhhhhhhchuneeeeeeeeeeeee...o barulhinho do secador, acompanhado logico, daquele calorzinho na nuca...
Uma "delícia", ainda mais no verão!!!
Agora, só falta a chapinha !!!


A cabelereira puxa um espelho para mostrar. Tudo pronto!

Aí começam os dedos a tentar colocar tudo no lugar como gostam.Na cabeça da mãe,aparece uma cena: sente-se como uma drag ...

Ajeitam daqui,dali...a mãe abre a bolsa,de onde tira uma piranha salvadora e ali mesmo, prende o cabelo...

A pobre moça que até agora trabalhou, olha atônita.Vê seu trabalho ir embora.

Mãe e filha pagam, saem, horas depois se encontram na festa...
Nada sobrou!

A mãe,havia lavado e secado em casa tudo novamente e prendido o cabelo.

A filha, fez um amarradinho.

Agora,estavam lindas!!!

Se olham, riem e se perguntam...
Pra que tanto sacrifício?

-Ora,tinhamos que estar bem para essa festa!

* Moral: só estamos lindas se nos sentimos à vontade, naturais...genética é genética,rsrsr..

♥ Voltas da vida...



Zil, uma pessoa em cuja vida havia apenas e tão somente a 1ª pessoa do singular: EU,EU,.EU e lá pela 39ª posição, os outros...

Era muito mimada pelo pobre marido e aproveitava-se da bondade dele para ter estranhos e caros desejos, incompatíveis com a situação financeira da família.

Ele, sempre fraco , não lhe deixava faltar NADA...Embora, por dentro, aquilo lhe revoltasse.

Eram os chocolates importados, alemães os da preferência, e várias futilidades, sempre importadas e caras...
Para os filhos, apenas cabia olhar e sentir o cheirinho do conteúdo daquela latinha azul dos chocolates, quando era aberta...Era intocável...


O tempo passou e para Zil e filhos também...

Cada um deles  teve sua casa, família e graças à Deus, muitos chocolates quando quiseram...E em suas casas, TUDO foi repartido , compartilhado, nada EXCLUSIVO.

Com o girar dessa roda da vida, Zil foi parar numa clínica. As filhas, sempre  a visitá-la e  lá também , os chocolates importados, tudo como antes sempre sendo feita a vontade, à disposição...

As filhas agora, enquanto a mãe ali deitada ,  podiam comer, mesmo sem vontade e sabem do que mais? Degustavam pedacinho por pedacinho e não pelo sabor do chocolate...Sim,  pelo sabor da justiça que finalmente se fazia...Nenhuma mãe pode ou tem o direito de fazer isso com os filhos...

Agora, comiam o que queriam. A mãe não mais tinha o CONTROLE!

Mas o gosto era bem outro: era o que a vida mostrou em suas voltas...Pena!

♥ É a vida!


6ª EDIÇÃO SUAS PALAVRAS
Escreva uma carta, poema, conto ... que contenha essas 4 palavras:
INFÂNCIA, TEMPO, CRIANÇAS, MUDANÇA


(((o)))o(((o)))o(((o)))

Quando vejo as crianças
caio em mim como o tempo corre
vemos nelas nossas esperanças
e essa em mim, juro, não morre...

Voou rápida deles  a infância
sempre com  tantas novidades
a cada dia percebia-se  uma mudança
estavam crescendo de verdade!


Cadê aqueles bebezinhos no colo meu
olhando o mundo com curiosidade?
Cresceram, tanto e tão rapidinho
hoje são homens,mulheres de verdade!

Como é bom poder viver
 isso tudo acompanhar
o tempo não podemos conter
 mas dele podemos bem desfrutar!

Quiçá  dentro de uns aninhos
vovô e vovó já não onde estão agora
Possam de lá,  um dia ver
aqueles menininhos de outrora
vovôs e vovós também ser!

chica


* Imagem daqui

♥ O sugador


Em pé na condução,ela quieta, tudo observava.

Em um canto, perto da porta, um passageiro chamou sua atenção. Parecia arrasado, carregava o mundo sobre os ombros.
Deprimido...

Ela olhando aquilo pensava:

_Mas que diabo de tristeza,esse coitado. Levanta os ombros, vai lá, não entrega a rapadura!!!Mandava mensagens  pela mente...

O trem para numa estação, ele desce. Ela o observa e vê que sai caminhando normalmente.

No seu lugar, uma senhora senta e conversava com outra animadamente ,que estava em pé.
Pouco depois viu ela "murchar", se calar, se encolher...Parecia perder a alegria!

Finalmente, chega a vez dela sentar, naquele lugar, agora vago.

Estava tão bem, tudo via, tudo percebia.

 Senta ali e só lhe vem vontade de chorar, tanta que nem conseguia segurar...

Num momento de lucidez, se dá conta:

-É o banco, era ele que sugava a energia e alegria.

Levanta, dá uma benzidinha nele, discretamente e sai feliz novamente.

♥ Pedidos...



Minha participação na Edição IMAGEM do Projeto SUAS PALAVRAS:

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Olha pra mim!
Mas olha com olhos doces...

Estás sempre carrancuda, mãe!
Me dá uma chance,por favor!!!

Exiges, exiges sempre!!!Só isso sabes fazer!
Olha pra mim nesse dia, pelo menos, sem rancor!
Lembra dos sorrisos que em teus lábios fiz nascer!

Se na tua frente não podemos brincar e sorrir
nem por isso, saibas, disso vou desistir!

Se  rabugenta e  carrancuda queres te mostrar
isso, em nada na minha vida vai influenciar!

Que o sorriso em meus lábios faltem,não vou deixar
por mais que minha alegria, possa te incomodar!!!

E numa última tentativa de te fazer sorrir
olha pra minha carinha, tenho certeza, agora não vais resistir!!!

Feliz dia das crianças pra ti, mãe! Vê se deixa novamente ela sair de dentro de ti e te fazer brincar!!!






♥ Para minhas crianças...




Participando da Edição Cartas do Bloinquês

Tema: Histórias de infância

(((o)))o(((o)))o(((o)))


Vila Xurupita, 12 de outubro de 2011...



Minhas queridas crianças!


Nesse dia que é dedicado à vocês, vendo todos já envolvidos com os cuidados com outras crianças, seus filhos, meus netos, fico aqui pensando...

Como é linda essa repetição da vida.

Como é bom ver que todas as traquinagens feitas hoje voltam pra vocês, de forma diferente, mas sempre nessa linda relação pais/filhos...

Para que não esqueçam as artes que aprontaram, aqui vai, por ordem, uma pequena amostrinha para avivar as lembranças:

_ Tita, lembras quando comeste o umbigo do teu maninho Gordo,apenas nascido , no dia em que ele  apenas tinha caído?

Lembras quando comeste bolinhas de Natal? Ovinhos de plástico da galinha de brinquedo?

-Gordo, e tu, lembras daquela pobre tartaruguinha que ao passarmos pela rua, o vendedor te mostrou e tu, comilão, achando que fosse algo de bom , quase a estava colocando na boca?

E do foguinho que fizeste com o teu primo, na caçamba  de madeira do caminhão do nosso vizinho?

_ Neca, e tu? 

Enquanto o pediatra nosso vizinho atendia o  teu irmãozinho bebê, passeavas por cima da pia da cozinha, fogão e tudo mais e depois pulavas?

E ainda, daquele dia em que fizeste cocô sobre a penteadeira?

E também na cama do maninho que aliás, ao chegar em casa do hospital, após o nascimento, foi recepcionado por ti com uma bonecada na cabeça?

_ E tu,Zezo?  Bah, mas tu aprontaste todas que podias e não podias...

Lembras naquele inverno frio, gelado, quando após a reforma do apartamento, estavas com o braço engessado e nem dois anos tinhas, e fizeste o favor de quebrar um cano do banheiro e inundou nossa casa com a forração novinha? 

Bem, acho que nem preciso escrever mais nada...

-E agora para os quatro de uma vez só:

Lembram daquela cobra morta que vocês e toda gurizada da rua foram mostrar para a vizinha Iria e ela quase enfartou,quando o próprio filho dela jogou a "defunta" perto dela?  E que com aquilo a vizinha nunca mais nos olhou?

A essas alturas cada um de vocês estará rindo e lembrando de muitas e muitas outras aprontadas que fizeram e estarão achando os filhos de vocês vedadeiros santos...

E ainda, certamente , pensaram :

_Puxa, como a mãe é forte! Nos aguentou assim e RESISTIU!!!

A isso, mesmo imaginando apenas a pergunta, respondo:

_Resisti e valeu cada uma delas. Foi uma linda época e hoje tenho pena das crianças que não podem mais brincar.Nem tempo tem!

Agora os meus netos vão ler essa cartinha e terão também muito a pensar ( e agir),tenho certeza!!!


beijos e lindo dia das crianças que para mim, ainda são!  


mãe


♥ Viagens...




Essa é minha participação de OUTUBRO para a Fábrica de Letras

Sonhamos com viagens
precisamos da rotina sair...

Serra ou mar?
Temos que decidir...

Passagens vamos comprar
detalhes, horário, acertar...

Ah! Quanta coisa pra arrumar
malas da família toda preparar...

Bota aqui, tira  d'acolá
quantas tralhas  vamos amontoar!

Tudo pronto, chega o dia
vamos para o aeroporto, que alegria!!!

Chegamos alegres no balcão
sem saber do atraso do nosso avião!

Esperas, esperas de montão
nós agora, amontoados ,já no chão!

Enfim embarcamos
 logo no local chegamos...

Desarrumar malas, tudo por lá pra todos organizar
Eeeeeeeeeeba!!! As férias enfim vão começar!!!

Passam os dias  é hora de regressar
o caminho oposto vamos realizar...

Tristeza das belezas por lá deixar
 da rotina ter que novamente encarar...

Mas  agora, querem saber da verdade?

- Preciso férias  para descansar das férias!
É essa a triste realidade!rs

♥ Os dedinhos pela vida...



23ª Edição Começo e Fim do Créativité

Tema: começar com "T" e terminar com "!"

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Todos os  momentos  vivido junto às nossas crianças são importantes e únicos!

Desde aquela horinha mágica em que ela aponta seu dedinho para nos mostrar indicando aquilo que ainda não sabe o nome, mas quer alcançar.

Ela vai aprender tudo conosco, com nosso exemplo, com nosso modo de agir e até de pensar...

Depois de um tempo, nos surpreendem com todo o universo de conhecimentos adquiridos , com toda a sua experiência de vida.

São capazes de grandes lições em poucos segundos, pois tudo nelas flui naturalmente.

Ela saberá tudo o que conosco aprendeu e MUITO MAIS!

E, certamente, aquele mesmo dedinho que vimos apontar para tudo e nos mostrar tantas coisas, servirá de exemplo para outros dedinhos também ávidos por tudo tocar, aprender e depois, ensinar...

E assim vai pela vida... Sempre a nos encantar!

♥ Uma carta de mim para mim...



4º Edição Suas Palavras
• Palavras:

VIDA, SUPERAÇÃO, PROBLEMAS, VITÓRIA

(((o)))o(((o)))o(((o)))

P.Alegre, 29 de setembro de 2011


Minha querida amiga ...


Estás estranhando que estou  escrevendo pra ti ?

Não estranhes , precisas ouvir /ler isso...

 A vida nos surpreende  por vezes e nem sempre, positivamente.

Isso é o nosso caminho.. Enquanto seguimos nossos rumos , problemas de todos os aspectos nos aparecem.

Me diz só uma coisinha:Responde:

_ Por que estás assim tão triste, tão abatida?Sei que vais dizer:

_Tenho motivos, não vês?

Mas eu te pergunto novamente:
_ Cadê aquela pessoa que fala, fala e fala que acredita na superação, que confia e tem fé?
Onde? Sumiu? Se entregou?

 Não, não posso acreditar ! 

Vais te entregar?Um simples papelzinho com uma frase, não vai derrubar a ti  que precisa estar forte para poder ajudar agora quem de ti precisa.

_Vai, fica firme!

Acredita!

Sei que tens o direito e podes ficar revoltada, te escabelar, gritar, chorar muito , muito mesmo até para colocares o que te vai no peito, para fora! Mas depois,  faça-me o favor. Vai te olhar no espelho e verás um urso panda, com olheiras, pálida e abatida.

É assim que queres dar força e chegar a vitória??? É assim???
 Tenho certeza que sabes que não é assim.

Vai, fica em pé! 

Vai lá na janela, olha o céu, respira fundo.

Tenta ver novamente a beleza em cada céu e percebe que ele se modifica sempre.

Assim também tu vais modificar e passarás por tudo . 

Transformarás a revolta, a gana desse momento ainda tão novo e que tantas mudanças trouxe, em garra para tudo superar e  poderem olhar pra trás e ver que por mais uma  passaram  juntos.

Tenho certeza disso, guria!

Agora, me faz o favor de tu também acreditar e te endireitar? Te apruma,rs...
Olha que quando fico braba,srrs.,..

Assim, minha amiga chica, te orienta e segue o rumo...Tens muito a fazer e não podes falhar, mesmo que tenhas teus momentos de tristeza, preocupação, coisas naturais, pois não és santa. 

Mas vamos que vamos!!! 

 Um beijo do teu outro eu...
chica




♥ Há amor em mim...



Essa é minha participação na festa de 3 anos do blog da Elaine  para quem daqui, deixo os Parabéns!!!

Então, vamos lá!

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Há amor EM  e DENTRO de mim
senão, não poderia  feliz me sentir

amo o maridão, os quatro filhos, os seis netos
as flores,  a Cuca, minha mãe e minhas irmãs

Sem tudo isso, minha vida sem sentido seria
e  não poderia cultivar minha alegria!

Cada um ao seu modo me faz feliz
cada um  pode me fazer contente

Saber que cada dia ao acordar
olhar pro lado e o maridão avistar...

Ver o neto a me chamar
ou em casa ou no telefone, com os filhos falar...

Mas de onde vem esse amor?
Vem de dentro do coração

 Ganhamos a vida do Criador
 isso não esqueçamos,não!

Para todo mundo há amor
vamos pois, bem ele repartir

Se isso assim não for
fica  um vazio , nosso existir!

VAZIA não posse me sentir
dentro de mim, há muito amor!

E pretendo, enquanto eu existir
levá-lo  e repartí-lo, para onde eu for!
chica

♥ Depois das lágrimas...


85ª edição conto/história do Bloinquês

Tema: Amassou o papel e os seus olhos se encheram de lágrimas 

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Mirtes vivia momentos de ansiedade.

Sempre precavida com sua saúde, acabara de fazer um checkup, coisa que anualmente  realizava.

Passados os dias, foi chamada ao consultório do médico que lhe falou da necessidade de uma biópsia em seu útero. Havia aparecido algo  que insinuava um câncer. Para a certeza, apenas a biópsia.

Ela  pensava em todos os detalhes, no que faria, deixaria de fazer e tudo minuciosamente bem elaborado dentro de sua cabeça.

Uma coisa estava certa: ninguém na sua famíilia ficaria sabendo .

Sabia que o marido  iria sofrer antecipadamente e as filhas, cada uma já tinha os seus problemas.Não queria ser mais um...

Fez a biópsia, agora faltava aguardar o resultado. Seriam três dias intermináveis.

Mas esses passaram e ela chega ao consultório de Dr.Túlio para enfrentar a realidade...
Ele lhe  entrega o envelope.

Ela abre,  lê o resultado.

Num impulso, amassou o papel e os seus olhos se encheram de lágrimas ...

Olha para o Dr que lhe sorria...

Eram lágrimas de alegria que agora jorravam de seus olhos.

Termina a consulta, recebe as instruções, uns remedinhos simples e só precisa retornar após seis meses, para uma revisão apenas.

Estava feliz, tão feliz...

Passa pelo mercado, compra flores.
Vai à confeitaria, compra doces. Coloca uma garrafa de espumante para gelar e à noite, quando o marido chega, se atira em seus braços e conta tudo.

Ele, no primeiro momento triste por ela esconder algo assim, depois abraços e muitos  beijos.

Telefonam às filhas  convidando para uma festinha surpresa e só então  contam tudo.

Após um sermão das filhas também, enfim, comemoram todos!

Havia tantos motivos para isso!

De qualquer forma, Mirtes sabia que seria  uma lutadora, não iria se entregar. Mas assim, estava bem melhor!

* Imagem Daqui

♥ Para um querido filho!



3ª Edição Suas Palavras  do Projeto Suas Palavras
• Palavras:

AMIZADE, SAUDADE, LEMBRANÇAS, FOTOS
• Prova:
Serão aceitas APENAS CARTAS.

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Porto Alegre, 20 de setembro de 2011



Querido Gordo!

Hoje, feriado aqui em Poa, chuvinha chata e fina caindo lá fora...

O pai, aproveitou  para ouvir música e fazer seu exercício predileto: palavras cruzadas.

Eu, para não ficar aqui no computador por muito tempo, fui mexer , ou melhor, REMEXER nas gavetas...

Logo na primeira, encontrei o álbum de fotografias, velhinho, surrado, bem manuseado...

Vi  fotos de vocês todos com seus amiguinhos na praça brincando, nas festinhas, nas escolas...

Chamei o pai e questionei: 
_Quantas dessas amizades ainda se mantem?

Chagamos à conclusão que apenas duas delas estão bem  vivas.

Li também as cartas que escreveste quando foste tentar a vida na Europa e me surpreendi chorando, revivendo todas as lembranças daquele dia. Foi triste demais!

E, li que já no aeroporto de São Paulo, estavas com saudades de tudo que acabaras de  deixar aqui em casa, mesmo sabendo que tinhas que ir tentar tua vida.

E sabes, fiquei horas e horas ali sentada no chão,em frente às gavetas, enquanto a minha coluna aguentou...

Depois, saí dali com o coração batendo mais forte. Doía até!

Mas ao fechar as gavetas, sabia que aquele era apenas um gesto mecânico, pois essas gavetinhas não são fechadas nunca dentro do meu coração.

Saí dali chorando.Sim, me permiti chorar! E me lavei chorando, de verdade!

Depois, mais leve, tive coragem de iniciar essa cartinha . 

Poderia ter te mandado um email ou falar pelo skype. Porém preferi deixá-la pronta e mandar de forma antiga e convencional, assim como meu amor e saudade de ti e da tua família.

Sei que ao fechar o envelope e o colocar no correio, vão passar dias até que a recebas. Mas  não importa o tempo. O sentimento é o mesmo...

Saudades, mas a certeza que fizeste a melhor escolha. 

Infelizmente, nosso Brasil e P. Alegre continuam não oferecendo as condições que sonhavas...Nem  de vida, mito menos em segurança.

Pena! Mas é assim...

Te deixo agora e nos falaremos muitas vezes pelos métodos modernos, antes que recebas essa carta. 

Mas na hora que a abrires, sentirás toda minha emoção, tenho certeza e teus olhos, se bem conheço, também se molharão, ainda que disfarces...


Um beijo pra todos e pra ti, um bem especial,

mãe

* PS: Te mando a foto  do nosso céu como está agora... Cinza, né? Mas há um pontinho AZUL e de LUZ...Nele vamos nos fixar!
Outro beijo...

♥ Tempo perdido? Ou o necessário?




PROVA para o Projeto Suas Palavras

Escreva um conto que contenha a seguinte frase:
Se não fosse tão difícil eu tentaria.

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Laís estava casada há um bom tempinho, tinha dois filhos ainda pequenos que lhe tomavam todo seu tempo quando não estava no trabalho.

Era bancária e seu trabalho exigia responsabilidade. 

O marido, ficava em casa, nada fazia e vivia sustentado por ela. 

Antes de casar se mostrava ativo, desenvolto, participativo.Parecia um casamento que iria dar certo.

Ledo engano, bastou casar, arrumou um modo de ficar desempregado e se "deitou na rede".

E Laís, além do trabalho, compras, casa,corria para cima e para baixo com as idas e vindas   da escolinha dos dois pequenos, pois nem para isso o traste do marido servia.

Um dia, ao encontrar-se com seus pais, assim que eles colocaram os olhos nos olhinhos dela, perceberam que algo estava errado.

_Queres nos dizer alguma coisa? Não pareces estar bem!

Antes de conseguir falar ,ela desatou num choro compulsivo que durou um bom tempinho.
Os pais a deixaram chorar.Notavam que aquilo era uma válvula de escape.

Tão logo pode, Laís diz, parecendo até envergonhada:

_Nunca pensei que vocês soubessem me entender tanto.
Tenho mesmo algo pra falar. Meu casamento não vai nada bem, não temos mais nada como marido e mulher desde que meu pequeno  nasceu. Não suporto vê-lo assim, atirado pelos cantos.

_ Como assim? Ele não trabalha?

_ Não mãe, ele está desempregado. Há anos eu sozinha, sustento tudo. Mas estou cansada.Quis preservar vocês dessa preocupação.

_ Por que, filha? Nós somos amigos e estamos aqui sempre  prontos para, pelo menos ouvir.

Se não fosse tão difícil eu tentaria me separar dele.

Difícil? Mais difícil que a vida que levas agora? Achas que pode haver algo pior?

- Sim pois ele faz constantes ameaças de acabar com a minha vida, a dos meus filhos e ainda a de vocês caso eu dele me separe...
Parece louco e não aceita tratamento, nem para sua obesidade  mórbida que cada vez aumenta mais pois só faz comer e comer.E claro, o que EU coloco para dentro de casa e carrego  nas sacolas.

_ Filha, não espera mais nada!

Nenhuma mulher pode temer um louco assim. Vamos tomar todas as providências jurídicas e verás que poderás viver novamente.

Ficam ali a conjeturar planos e Laís sai decidida.

Foi até a escolinha, pegou os filhos e os trouxe para a casa dos pais.

Foi até a sua casa  para retirar um pouco das suas coisas e das crianças ... Pegou todos os documentos necessários também.

Chegou até a sala  pronta para lhe falar da decisão, já esperando a incomodação que viria.

Chega mais perto do sofá. A televisão acesa , mostrava um jogo de futebol. Era fanático , doente torcedor ...
Olha e  o vê esticado ali , mas um semblante estranho de dor marcava o seu rosto. Encosta nele, não mais respirava.Estava morto!

Liga para os pais, tomam todos os procedimentos e após o exame,a causa mortis foi o coração que não resistiu.

Após o velório, enterro, Laís volta para casa com os filhos.

Vê o jornal do dia após a morte dele que estava na caixinha e a manchete era o resultado do time do coração do marido. Havia tomado uma "lavada": 6x0.

Por ironia do destino, ela sempre torcera para que seu time perdesse.Era uma vingancinha branca!!!

Naquela hora viu o quanto de tempo perdera em sua vida! Ele era tão, mas tão fraco que nem uma derrota do seu time resistiu.

E pensar que tanto medo teve dele e por isso com ele ficou...

Pena,pensou! Mas ainda há tempo! 

Minha vida vai dar uma bela reviravolta. Tenho meu trabalho , meus pais que hão de me confortar e auxiliar sempre que preciso for.

Tudo acontece ao seu tempo...

Vamos nós todos, ser felizes novamente. 

 Coloca as crianças na cama, conta uma história e eles adormecem tranquilos.

Sai quietinha, chega à sala e,  olhando para a janela, vê o céu e pensa:

_ Tomara pelo menos, já tenhas chegado por aí! 

Fica em PAZ e nós a teremos também e saberemos gozá-la, com certeza!

* Imagem DAQUI